Informações diversas e actuais de interesse a respeito da paróquia de LAGEOSA DO MONDEGO - Celorico da Beira, distrito da Guarda

sábado, novembro 04, 2006

“Muito bem, Mestre! Tens razão...” (31º Dom. Comum)

E tu, achas que Jesus tem razão no que te ensina e te propõe? Consideras que Ele é um Mestre que merece a tua confiança e a quem podes seguir incondicionalmente? És capaz de lhe dar razão, quando Ele questiona as tuas verdades, as tuas opções morais e os teus comportamen-tos, os teus pontos de vista sobre a vida, o casamento e a família?
É fácil dar a razão a Jesus estar de acordo com Ele, quando denuncia a hipocrisia e a vaidade dos fariseus, quando se insurge contra aqueles que ocupam os lugares que não lhe pertencem, quando condena a arrogância de herodes; quando defende a separação entre o poder religioso e o poder político (“daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”), quando toma a defesa dos pobres e oprimidos ou tenta incluir na sociedade aqueles que a sociedade marginaliza; quando Ele, desde a tua perspectiva, está a meter-se com os outros e a proteger os teus interesses.
E quando Jesus se mete contigo e exige mudanças na tua vida?
  • Dás a razão a Jesus, quando Ele te pede que ames os teus inimigos e que perdoes sem limites a quem te ofende? Ou quando, depois de te perdoar os teus pecados, te diz: “vai e não voltes a pecar” ?
  • Aprovas Jesus, quando Ele diz ao casal: “não separe o homem o que Deus uniu”? e quando exige a cada um dos cônjuges: “não cometerás adultério”? ou então, quando pede aos pais cristãos que eduquem os seus filhos segundo a lei de Deus?
  • Estás, ao menos, interessado em entender melhor as suas razões, as razões da verdade que Ele revela e das propostas de vida que Ele faz? Tens curiosidade suficiente para o interrogar e disponibilidade para escutar a sua resposta, como teve o escriba? Jesus pode responder às tuas perguntas nas respostas que já deu no Evangelho.
  • Pelo que conheces de ti mesmo, tendo presente o que fazes e o modo como vives, avaliando as tuas prioridades e os teus ideais, achas que Jesus pode dizer de ti: “não estás longe do reino de Deus”? E ralas-te, ao menos, com isso?

1 comentário:

freefun0616 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.